Segurança Patrimonial

O que é a segurança patrimonial e como ela atua?

A segurança patrimonial pode ser definida como um conjunto de ações e medidas protetivas interligadas, que objetivam garantir a integridade de um patrimônio, bem como física das pessoas.

Como patrimônio, são entendidos todos os bens de interesse de uma organização, condomínio ou residência, sejam econômicos ou físicos, representados por:

– Instalações;

– Equipamentos;

– Materiais.

A segurança patrimonial também resguarda o patrimônio intelectual do proprietário, configurado nos recursos humanos e informações consideradas sensíveis.

Trata-se, portanto, de uma atividade extremamente estratégica para os rumos de determinado estabelecimento, já que perdas patrimoniais costumam ser bem prejudiciais para todos os envolvidos.

Como funciona

Qualquer estabelecimento pode estar sujeito à ocorrência de danos a sua estrutura. Danos esses que podem ser provocados por:

– Incêndios;

– Acidentes;

– Roubos;

– Furtos;

– Ou qualquer outro tipo de episódio que tenha a capacidade de gerar um prejuízo material.

Em ambientes corporativos, pode acontecer ainda de surgirem interferências relacionadas a casos de:

– Sabotagem;

– Espionagem;

– Concorrência desleal;

– Furto de informações;

– Dentre outras ocorrências que prejudicam o andamento de um negócio e impactam negativamente uma empresa.

É no sentido de tornar o patrimônio de um local livre da possibilidade de danos, interferência ou qualquer outro tipo de perturbação que atua a segurança patrimonial.

Ela se baseia em alguns princípios básicos, que devem acompanhar o planejamento de avaliação das necessidades locais de um espaço.

Segurança e confiabilidade de um sistema de segurança patrimonial estão diretamente relacionadas à capacidade de prevenção de ocorrências; de investimento; de inibição de ações criminosas; e de treinamento e capacitação.

Alguns dos serviços contemplados pelo sistema de segurança patrimonial são:

– Controle de portaria, monitorando entradas e saídas de pessoas e veículos;

– Câmeras de segurança, capazes de detectar eventuais ações criminosas;

– Segurança perimetral, protegendo o perímetro do local de invasões;

– Vigilância, no auxílio da segurança do patrimônio.

Quais os segmentos que recorrem à segurança patrimonial

A segurança patrimonial geralmente é acionada por segmentos que consideram como de alto valor os produtos localizados em suas sedes, bem como por empresas situadas em áreas consideradas como de risco.

No geral, é comum que instituições bancárias, setores da indústria, comércio e habitação, como condomínios, sejam as que mais procuram por este tipo de proteção.

Um outro setor que tem intensificado os investimentos nessa área é o de logística, especialmente quando falamos dos centros de distribuição de cargas.

Quando é necessário contar com esse tipo de serviço

A necessidade ou não de contar com uma segurança patrimonial vai depender de uma prévia análise do local, por parte de um gestor de segurança especializado, como é o caso do Grupo Macor, que presta esse tipo de serviço para algumas das maiores empresas do país.

Nesta avaliação, será identificado se há a necessidade de vigilância na empresa ou no condomínio, além de ser definida qual a forma mais eficiente de proporcionar esta segurança.

De todo modo, é importante refletir sobre algumas questões antes de contratar um serviço de segurança patrimonial.

Meu negócio está sujeito a ser atacado? Empresas vizinhas contam com segurança patrimonial? Como os meus funcionários podem reagir à presença de seguranças armados no local?

Vantagens da segurança patrimonial

Esse tipo de serviço age na preservação dos bens mais valiosos de uma organização, seja qual for o seu fim.

Ao proteger os bens materiais e a integridade física de todos os envolvidos, garante a continuidade das atividades produtivas de uma coletividade. Em muitos casos, a segurança patrimonial é vital para a viabilidade do próprio negócio.

Isso acontece em casas de câmbio, que lidam com dinheiro vivo constantemente, além de fábricas de joias, joalherias ou empresas de equipamentos de tecnologia, que dependem da adoção de medidas de proteção patrimonial para a sua existência.

Aproveite e leia também no Blog da Macor: Por que o monitoramento de alarmes é essencial para sua segurança

Post anterior
Rastreamento veicular o que analisar antes de contratar um
Próximo post
Como é feito o planejamento do serviço de escolta armada

Nenhum resultado encontrado.

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu