Serviços de Segurança em Shoppings no pós-pandemia

Em resposta ao COVID-19 e à pandemia estabelecida, ações drásticas e necessárias precisaram ser tomadas por líderes em todo o mundo. Com isso, empresas e comunidades receberam ordens de quarentena e isso se estendeu a diferentes esferas sociais, indo desde as corporações aos estabelecimentos de entretenimento, como teatros, boates e, claro, os shoppings.

Fechados por meses, alguns já celebraram a reabertura gradual em diferentes estados brasileiros e apostam em medidas de higiene para garantir que o vírus não se alastre entre os frequentadores. Apesar disso, é importante ter em mente que outras questões envolvem o funcionamento desses centros comerciais e, mais do que isso, que será preciso redobrar a atenção para um fator até então impensado: a segurança.

Entenda agora a importância de um serviço de proteção para os shoppings nacionais em um mundo pós-pandêmico e compreenda sua necessidade tão latente:

A importância da segurança patrimonial

A Segurança Patrimonial está relacionada a um conjunto de medidas preventivas realizadas contra perdas sofridas por um patrimônio individual ou corporativo. Seu objetivo principal é fornecer a proteção do ambiente e de seus bens, garantindo o bem-estar dos envolvidos, a permanência dos recursos financeiros e, claro, que o espólio esteja assegurado.

Este tipo de iniciativa se faz cada vez mais necessária, especialmente quando levado em consideração o contexto da segurança pública nacional e a forma como muitos empreendimentos perderam – e ainda perdem – quantias exorbitantes que podem afetar sua economia.

Para reforçar esta ideia, uma pesquisa realizada pela Folha de São Paulo apontou que as perdas com roubos e furtos levam, em média, 1,5% do faturamento anual de diferentes organizações, de acordo com o tamanho da empresa.

Esta, definitivamente, não é uma estatística que qualquer investidor quer fazer parte, esteja ele com sua loja nas ruas ou em um ambiente aparentemente seguro e controlado, como o dos shoppings.

O cenário atual dos shoppings

Como se sabe, o cenário de reabertura dos shoppings ainda é muito complexo e amplamente debatido entre diferentes profissionais da área – uns acreditando ser muito cedo e outros crendo que esta é uma oportunidade de reaquecer a economia brasileira.

Apesar disso, a verdade é que estes ambientes ainda não estão atingindo sua capacidade total e que muitas lojas estão com horário de funcionamento reduzido, o que aumenta as brechas em segurança e faz com que os estabelecimentos fiquem vulneráveis a ações de bandidos que podem se aproveitar de tais situações para cometerem delitos.

Para se ter uma ideia, segundo dados apontados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), os números de ocorrências a estabelecimentos comerciais não pararam de acontecer durante a pandemia. Desde que o isolamento social se estabeleceu, em meados de março, até os últimos registros de maio, aconteceram 646 casos semelhantes, o que faz com que os empreendedores temam o futuro.

A verdade é que, independentemente de estarem atrás dos muros supostamente seguros de um shopping, o risco ainda segue alto e, por isso, precaver-se é uma urgência cada vez maior para a atualidade.

Os cuidados necessários para segurança em shoppings

Atualmente, existem equipes treinadas para lidar com a segurança patrimonial das empresas, inclusive de shoppings centers. Elas são preparadas para identificar as brechas e falhas na sua proteção, pensando como os delinquentes e colocando-se no lugar deles para encontrar esses pontos e solucioná-los.

Assim, elas criam situações e pensam em formas de prevenção efetivas, a fim de evitar os roubos, mitigar os prejuízos e atrelar tecnologia à expertise de profissionais gabaritados no segmento.

Dessa maneira, tomar os cuidados necessários e implementar o melhor do mercado na sua proteção é uma maneira de proteger não apenas os lojistas e seus bens, assim como os indivíduos que frequentam o local e querem se sentir seguros neste ambiente. Lembre-se: um shopping mal falado e com fama de perigoso não atrai consumidores. E sem consumidores, não há receita.

Portanto, previna-se já e, claro, não deixe de dar o seu feedback para a gente sobre a segurança em shoppings.

Aproveite e leia também no Blog da Macor: Câmeras de segurança atuando na proteção patrimonial

Post anterior
Como a segurança da sua casa pode estar em risco
Próximo post
Roubo de defensivos agrícolas: Como a escolta armada pode evitá-los!
Nenhum resultado encontrado.
Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu