Segurança Patrimonial

Quais as principais ameaças à segurança das empresas?

Manter uma empresa funcionando requer bastante investimento. Seja o maquinário, equipamentos de escritório ou mesmo o pessoal: tudo é valioso e fundamental para o bom funcionamento do seu negócio. Nesse sentido, o investimento em segurança é essencial para manter a lucratividade de seu empreendimento. Isso porque a segurança das empresas sofre constantes ameaças a todo tempo.

Você sabia que no Brasil, somente em 2018, os roubos e furtos provocaram um prejuízo de aproximadamente 2,25% do faturamento líquido no comércio? Esse número equivale a cerca de 1 bilhão de reais. Com o crescimento da violência, principalmente nas grandes cidades, esses dados crescem a cada ano, trazendo prejuízo para diversos outros setores.

Os furtos são um risco que as empresas correm a todo tempo, mas que poderiam ser evitados através de um investimento em empresas especializadas em segurança. Além deles, outros problemas como acidentes e até fraudes representam ameaças constantes.

Acesso não autorizado e a segurança das empresas

O acesso não autorizado pode parecer coisa boba para quem é leigo em questões de segurança. Muitas vezes, quando precisamos adentrar em um ambiente com um controle de acesso mais rígido, até reclamamos de tantos processos. É preciso se identificar através de um documento, registrar a digital e até bater uma foto.

Mas todos esses procedimentos são essenciais para manter a segurança de uma empresa. O acesso de funcionários e visitantes sem passar por esses processos pode colocar o seu negócio em risco.

Imagine só: um visitante chega em seu estabelecimento, se identifica apenas dando um nome, que pode até não ser verdadeiro. Ele entra, percebe os pontos vulneráveis da empresa e, se estiver com más intenções, pode inclusive orquestrar um ataque ao local. Isso parece coisa de filme, mas é real.

Assaltos, furtos e roubos

Em 2020, uma onda de assaltos e arrombamentos deixou cidades inteiras em alerta. Em Criciúma, município de Santa Catarina, uma quadrilha deixou cidadãos em choque ao invadir a cidade, fazer reféns e explodir bancos.

Além desse risco, um bom investimento em segurança previne o risco de depredação e outras ações violentas, seja na sua loja ou na sua fábrica. O vandalismo praticado por pichadores, por exemplo, prejudica o seu negócio e traz prejuízos financeiros, uma vez que você terá que investir para limpar o estrago que eles deixam para trás. Uma segurança especializada irá manter a vigilância do seu negócio, principalmente em pontos estratégicos e que possam ser alvo de ações criminosas.

Fraudes e ataques e a relação com a segurança das empresas

O investimento em segurança privada também ajuda a coibir ações de sabotagem, fraudes, roubos de dados e outras perturbações, mesmo que elas venham de origem externa ou até mesmo interna.

Pense na situação: você precisa fazer o transporte de dinheiro em espécie ou até mesmo documentos de valor, como contratos e apólices. Algum funcionário mal intencionado pode agir como espião para indicar o melhor horário para que criminosos possam agir. Com uma segurança especializada, que será qualificada para agir em casos de ataques, você irá contar com o apoio para enfrentar qualquer ocorrência.

Como garantir a segurança patrimonial de uma empresa?

Para prevenir todas essa ameaças que, infelizmente, são constantes, investir na segurança patrimonial é a melhor solução. Não esperar para que algo aconteça e só a partir de então pensar em investir nesse ponto é um dos maiores erros que você pode cometer se quiser manter o seu negócio seguro.

O investimento em segurança tem retornos já em curto prazo, uma vez que você está a todo tempo suscetível a esses perigos. O mercado de segurança patrimonial vem crescendo ao longo do tempo para manter a qualidade dos serviços, buscando sempre soluções para aumentar a segurança dos seus clientes.

Muitas empresas apostam em novas tecnologias, para além da escolta armada, que é bastante essencial. Um exemplo são os drones, que vigiam grandes áreas com um menor custo. Também podemos citar tecnologias de reconhecimento facial, sensores de temperatura e câmeras de vigilância de alta resolução. Todas essas tecnologias podem ser integradas e geridas por uma equipe atenta.

E se engana quem pensa que esses serviços só podem e precisam ser contratados por grandes corporações. Pequenos empresários e comerciantes também podem se beneficiar do suporte de uma segurança patrimonial especializada. Isso porque, vale ressaltar, prevenir é sempre a melhor solução. Além de atuar na vigilância dos seus negócios, esse investimento irá trazer a tranquilidade que você e seus funcionários precisam para trabalhar e prosperar.

Como escolher a melhor empresa de segurança privada?

Como esse é um investimento que lida com os recursos da sua empresa, essa escolha deve ser feita com cautela. Você sabia que, no Brasil, apenas em 2018, existiam cerca de 550 mil trabalhadores nesse setor, e o número crescer a cada ano, assim como os investimentos das empresas para atender as demandas de seus clientes. No entanto, para cada profissional autorizado, uma média de três trabalhava de forma ilegal.

Isso mostra que é preciso cuidado e avaliar bem a empresa que você irá contratar. Como muitas empresas trabalham na clandestinidade, primeiro é preciso ter um registro da Polícia Federal para que possuam o amparo da legislação vigente. Caso algum acidente aconteça, você poderá ser responsabilizado por compactuar com uma empresa que atua fora da legalidade.

De acordo com a Lei 7102/83, que versa sobre a segurança privada, os vigilantes que trabalham no setor devem realizar a sua preparação em especializados, feitos em academias registradas pela Polícia Federal, além de outras avaliações físicas e psicológicas. Os colaboradores também precisam passar, todos os anos, por um processo de reciclagem. Nesse ponto, verifique se a empresa mantém um registro dos cursos de seus funcionários atualizado.

Isso é extremamente necessário para manter integridade não só do seu patrimônio, mas ainda de seus colaboradores, afinal, vidas valem muito. Peça indicações, se possível visite o local onde essa empresa já atua. Verifique os depoimentos de clientes.

Agora que você já sabe como escolher uma boa empresa de segurança privada, não perca tempo e faça esse investimento para o seu negócio com o Grupo Macor que conta com mais de 25 anos no mercado de segurança privada. Todo cuidado é pouco para que o barato não saia caro.

Gostou do artigo e sabe mais agora sobre a segurança das empresas? Aproveite e leia também no Blog da Macor: Projetos personalizados de segurança patrimonial para maior eficiência

Post anterior
O que é e como funciona o monitoramento de alarmes?
Próximo post
A importância da escolta armada para a segurança de cargas

Nenhum resultado encontrado.

Menu