Monitoramento de Alarmes

O que é e como funciona o monitoramento de alarmes?

Proteger o patrimônio é o sonho de grande parte dos brasileiros hoje em dia. Possuir imóveis (particulares ou comerciais), tornou-se perigoso por causa do alto número de roubos e furtos. Por isso, vamos falar hoje sobre o monitoramento de alarmes!

Investir nessa tecnologia é importante para buscar tranquilidade e evitar esses problemas. Descubra como funciona o sistema e como o monitoramento de alarmes pode garantir a sua segurança. Ficou interessado? Então confira agora mesmo!

Monitoramento de alarmes

Essa tecnologia de monitoramento possui uma comunicação extremamente rápida que oferece uma relação eficaz com o sistema de segurança e a central de monitoramento desse serviço. Seu painel de controle irá registrar eventos de emergência e enviar sinais para a central de monitoramento, e a empresa irá notificar você e a autoridade competente em quaisquer circunstâncias.

As funcionalidades tecnológicas das empresas de segurança podem ser ligeiramente diferentes, no entanto, os ideais de monitoramento de alarme são idênticos em todos os sistemas de segurança.

A central de controle do sistema está situada na rede de sensores, que pode inclui dispositivos de alarme de janelas ou portas, detector de movimento, sensor de violação em dispositivos telefônicos ou detectores dedicados para reconhecer possíveis problemas relacionados às tragédias: incêndios; inundações, entre outros.

Quando o sistema está armado e qualquer um desses sensores é acionado, ele envia um sinal para a central de monitoramento por meio de uma linha telefônica. Além disso, existem alguns sistemas de monitoramento de alarme que oferecem outras formas de transmissão e de backup.

Funcionalidade prática

A primeira reação do seu painel de controle irá alertar a sua equipe de monitoramento diretamente da central, então eles irão chamá-lo para informar e confirmar acerca da situação, a fim de averiguar se trata de uma emergência real ou um falso gatilho.

Caso você não consiga responder, a central de monitoramento de alarme aciona o contato imediato com as autoridades competentes para enviar uma equipe de emergência para o seu endereço.

Muitos sistemas de segurança fornecem outros recursos, como alertas instantâneos que não dependem de chamadas de confirmação ou alertas que inibem a percepção dos invasores e negam a eles a oportunidade de desativar o sistema antes de enviar sinais de acompanhamento.

Informações importantes são enviadas pelo sistema de segurança para a central de monitoramento de alarmes, incluindo a identificação da conta (usada para acessar seu endereço e informações de contato) e o tipo de sensor acionado.

Vale a pena ressaltar novamente que o painel de alarme é um item que você deve prestar atenção especial na hora de escolher um sistema de segurança, pois pode atuar como um “smart center”. Ele coleta as informações transmitidas por todos os recursos embutidos e programa o sistema de segurança. Em outras palavras, esse dispositivo é o núcleo de sua concentração de dispositivo.

Em termos de eficácia, a maior vantagem deste produto é o monitoramento 24 horas. Usando este modelo, a segurança pode ser compartilhada com empresas terceirizadas que rastreiam os registros do sistema de alarme, como o Grupo Macor.

Basicamente, a sirene monitorada possui sensores para detectar intrusões suspeitas: uma sirene que emite um som de alarme, um painel que aciona a sirene e envia o sinal para a central de monitoramento e um meio de comunicação (linha telefônica, Ethernet ou GPRS) para gerar o painel. O sinal é transmitido ao proprietário do imóvel.

Existe também a possibilidade de compartilhar em tempo integral com empresas de segurança, os usuários também podem verificar o status da troca e receber notificações de atualização sobre eventos, ativar / desativar alarmes e acessar relatórios por meio de aplicativos instalados em seus telefones.

É possível gerenciar itens como a bateria fraca e ativação de um gatilho de alarme (função de emergência) através do aplicativo quando alguma ameaça é encontrada.

Alarmes não monitorados

Com um painel de controle não monitorado, você é responsável pela segurança do sistema. Quando ativado pelo sensor, o painel de controle soará um alarme se houver dano ou intrusão. No entanto, o proprietário é responsável por verificar a notificação e pode tomar as medidas cabíveis.

Como a maioria das pessoas não tem competência profissional para realização de ações de pronta-reposta ou até mesmo conhecimento técnico sobre os aparelhos, utilizar um sistema de alarme não monitorado, pode se tornar um “tiro no pé”, pois a eficiência do mesmo será afetada em situações de emergência,

Contrate uma empresa especializada

Monitorar os alarmes ao longo do dia é um serviço básico fornecido por diversas empresas especializadas em segurança, como o Grupo Macor. Para informações mais específicas sobre o serviço e detalhes do monitoramento entre em contato com nossa equipe.

Portanto, é possível conhecer as alternativas de monitoramento de alarmes e sistemas de segurança da sua preferência, e também obter o suporte de especialistas qualificados, assim, é possível manter o seu patrimônio monitorado e garantir toda a sua segurança diária.

Aproveite e leia também no Blog da Macor: Alarmes e Monitoramento: Proteção para residências

Post anterior
Presidente Francisco Pelucio é recepcionado na sede do Grupo Macor Segurança
Próximo post
Quais as principais ameaças à segurança das empresas?

Nenhum resultado encontrado.

Menu