Tecnologia Macor

Rastreador veicular: o que é e quando deve ser usado

O rastreador veicular é um importante aparelho para quem trabalha com transportes, bem como para os proprietários de automóveis em geral. Este equipamento permite que se saiba exatamente a localização do veículo, sendo muito útil contra furtos e no controle de frotas.

No entanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas quanto à eficiência deste equipamento, ou não sabem como utilizá-lo. E este é exatamente o assunto deste artigo. Continue conosco e descubra o que é o rastreador veicular e quando ele deve ser usado!

O que é um rastreador veicular?

Um rastreador veicular é um pequeno dispositivo eletrônico que geralmente é instalado no carro, caminhão, van ou moto. Ele tem como função enviar informações sobre a localização momentânea do automóvel.

Quando o rastreador veicular é usado?

Um rastreador veicular é utilizado sempre que o proprietário deseja manter controle sobre a posição geográfica de um veículo.

Desta maneira, uma das aplicações mais populares dos rastreadores é por pessoas que pretendem evitar furtos. Com o equipamento, é possível localizar o veículo ou obter sua última posição, caso o dispositivo seja removido, facilitando a busca e a recuperação do bem.

Outra ocasião em que o rastreador pode ser muito útil, é no caso de sequestros. Embora esta seja uma situação extrema e mais rara de acontecer, se o carro tiver o dispositivo é possível localizar o automóvel e acelerar a resolução do problema de forma mais tranquila e segura para as pessoas envolvidas.

Um outro emprego muito comum dos rastreadores veiculares é na gestão de frotas comerciais, tanto no transporte de cargas, quanto de passageiros. O equipamento permite ao proprietário ou administrador dos veículos conhecer exatamente sua posição a qualquer momento.

Assim, é possível verificar o trajeto realizado pelos motoristas, otimizar a gestão de custos do negócio, aferir dados operacionais como tempo de entrega e deslocamento obtidos e até mesmo evitar a perda de produtos por roubo de carga.

Ou seja, os aparelhos de rastreamento de veículos são utilizados para:

  • Localizar o veículo em caso de furto;
  • Descobrir a posição do veículo em caso de sequestro ou desaparecimento do motorista;
  • Controlar a posição de veículos componentes de uma frota comercial para auxiliar na gestão do negócio e prevenir perdas.

Como você pode notar, a palavra-chave aqui é segurança. O rastreador permite proteger o veículo enquanto bem, assim como as pessoas e materiais que ele carrega. Por estas razões, este tipo de aparelho é muito procurado tanto por proprietários de veículos particulares, quanto por empresas.

Como funciona o rastreamento veicular?

O rastreamento veicular funciona por meio da emissão de sinais do transmissor do equipamento para uma central, que varia conforme o tipo de rastreador. Este sinal recebido pela central é então informado ao proprietário, que pode verificar a posição do carro no momento da solicitação, inclusive através de aplicativos.

Continue lendo para conhecer os diferentes modelos de rastreadores e entender melhor como eles funcionam.

Tipos de rastreadores para veículos

Existem alguns tipos diferentes de rastreadores veiculares. De forma geral, a principal diferença entre eles se dá pelo método de localização que eles empregam. Veja a seguir:

Rastreador via satélite ou GPS

Este modelo é um dos mais comuns e eficientes. Isso porque ele opera por meio do envio de coordenadas geográficas de um GPS. Esta sigla se refere a Global Positioning System, ou Sistema de Posicionamento Global, em português.

Baseado na comunicação com satélites, ele envia para a central dados de latitude e longitude, possibilitando que seja realizada uma triangulação capaz de informar a sua localização, em qualquer lugar do planeta. A central então converte estes dados sob a forma de endereço para que o usuário possa compreender onde está o carro.

Embora a localização não seja totalmente precisa, ela é muito aproximada e sem dúvidas este é o método de rastreio mais eficiente. As desvantagens deste tipo de rastreador veicular são seu tamanho, que tende a ser maior que os demais, e seu ponto de instalação, que muitas vezes precisa ser feito na área superior do veículo a fim de possibilitar uma comunicação mais eficiente.

Rastreador GSM

Como o próprio nome já indica, este equipamento emprega um chip de telefonia GSM para informar a localização do veículo. Ele funciona de forma semelhante ao GPS, contudo, em vez de se conectar a um satélite, ele se comunica com torres da operadora.

Caso seja necessário localizar o veículo, o proprietário só precisa enviar um SMS (mensagem de texto) para o número informado e receberá em retorno uma mensagem com as informações de localização. A principal desvantagem deste tipo de aparelho é que ele depende de uma rede de cobertura para celular. Ou seja, no interior ou em localidades mais remotas onde o sinal seja fraco, a localização fica comprometida.

Por outro lado, este tipo de rastreador de veículos tem um forte ponto positivo: como ele conta com bateria interna e é um equipamento mais compacto, não precisa ser instalado no carro em conexão com a bateria do automóvel. Assim, é possível escondê-lo onde for mais conveniente.

Rastreador veicular por radiofrequência (RF)

Este tipo de rastreador une o que os modelos GPS e GSM têm de melhor: é um aparelho compacto e oferece excelente precisão no posicionamento. Além disso, ele opera bem mesmo a partir de locais confinados.

Ele funciona pela emissão de ondas de rádio que são transmitidas para torres na região. No entanto, sua desvantagem é semelhante à dos modelos GSM. Para informar a localização, ele depende da disponibilidade de torres na região, neste caso, as de rádio.

Diferença entre rastreamento e monitoramento

A diferença entre rastreamento e monitoramento está na permanência do envio de dados. Enquanto um sistema de monitoramento permite verificar em tempo real a posição e o deslocamento, o sistema de rastreio envia um sinal pontual sempre que solicitado.

Ou seja, um sistema de monitoramento veicular depende da instalação de rastreadores para funcionar, mas um rastreador não necessariamente fornece monitoramento constante. E esse é um ponto importante para ser verificado na hora da contratação.

Benefícios do rastreamento veicular

O rastreamento veicular tem como principal benefício a proteção aos bens e pessoas. Uma vez que o equipamento informa a posição do veículo, é possível evitar roubos e furtos, além de controlar a posição de veículos comerciais.

Assim, o rastreamento veicular ajuda a evitar prejuízos.

O Grupo Macor, inclusive, oferece um completo conjunto de soluções para rastreamento veicular, e também conta com uma ampla central de monitoramento 24 horas, onde especialistas em segurança, monitoram todos os acontecimentos, de maneira a evitar e agir em situações de risco.

Post anterior
Quais os benefícios da terceirização de serviços de facilities?
Próximo post
Isca de carga: o que é e para que serve
Nenhum resultado encontrado.
Menu