Dicas De Segurança

Dicas de segurança em caso de roubo de celulares e golpes

Roubo de celulares e golpes, infelizmente, são muito comuns, por isso é preciso saber como se proteger dessas situações. Caso o crime já tenha sido cometido, é essencial entender qual é o comportamento adequado a ser tomado por você.

Isso evita que dores de cabeça maiores sejam notadas, o que tornaria a situação ainda mais desconfortável para todos. E justamente por isso, elaboramos o artigo a seguir, contendo algumas dicas de segurança para te ajudar nesse tipo de situação.

Para conferir o que fazer para garantir a sua segurança no caso de roubo de celulares ou golpes, não deixe de ler o artigo a seguir!

Dupla autenticação e biometria / identificação facial são essenciais no caso de roubo de celulares

A nossa primeira dica de segurança é fazer a autenticação em duas etapas em todas as contas em que isso for possível. Isso evita que o meliante consiga acessar facilmente qualquer tipo de conta sua, como é o caso do e-mail.

A dupla autenticação é ativada nos próprios apps, para tornar o login nas plataformas muito mais seguro. Dessa forma, além de inserir os dados de login, também será necessário colocar um código de acesso para confirmação.

Em aparelhos roubados, isso torna o acesso aos aplicativos muito mais difícil, impedindo gastos indevidos. Alguns dos apps que permitem isso são e-mail, aplicativos de mensagens, sites, redes sociais, entre outros tipos de plataformas.

Apesar de não parecer importante fazer isso em um aplicativo de troca de mensagens, como é o caso do WhatsApp, ainda assim, essa postura é essencial. Isso porque, por meio dela, é possível evitar que golpes sejam aplicados.

Um criminoso com acesso ao seu WhatsApp pode solicitar dinheiro para seus conhecidos, prejudicando as pessoas ao seu redor. Por isso, sempre que possível, faça uso da dupla autenticação em todos os programas que contarem com esse recurso.

Além dessa medida, outra que é muito útil para evitar perdas financeiras e de outros tipos é ativar o uso de biometria ou identificação facial. Hoje, boa parte dos smartphones contam com um sensor capaz de fazer a leitura da impressão digital ou da face dos seus donos.

Com isso, sem a impressão digital ou identificação facial, não é possível nem mesmo fazer uso do celular.

Aplicativos bancários, por exemplo, em sua maioria, disponibilizam a autenticação por biometria ou identificação facial para fazer login na conta. Além disso, alguns deles também solicitam uma confirmação no momento de realizar um pagamento.

Isso torna mais improvável que alguém com más intenções consiga utilizar os seus aplicativos, evitando golpes e acessos aos programas de troca de mensagem. Essas duas medidas de segurança são muito efetivas e não são trabalhosas para os usuários.

Apps de rastreamento são bons para recuperar o aparelho no caso de roubo de celulares

Se você não tem ideia de onde perdeu o celular, ou apenas teve o aparelho roubado, saiba que é possível descobrir onde ele se encontra. Por meio de aplicativos de rastreamento, o seu dispositivo pode ser identificado e rastreado em pouquíssimo tempo.

Celulares de sistema operacional Android ou iOS, que são os mais comuns do mercado, já vêm com esse recurso instalado. Ele está inserido no próprio celular de maneira automática, para facilitar que os aparelhos sejam encontrados.

Porém, é preciso realizar alguns procedimentos para garantir que o rastreamento seja permitido por sua parte. A primeira etapa é garantir que o e-mail do seu celular roubado seja o mesmo que pode ser acessado por um PC ou ainda outro smartphone.

Isso porque, muitas vezes, a conta vinculada é o que permite que o rastreamento seja feito.

Após isso, é necessário que o GPS e o recurso de busca do seu celular estejam ativados, pois é por meio dessa tecnologia que o rastreamento do dispositivo pode ser feito.

Além disso, também é necessário que o seu smartphone esteja conectado à internet, por dados móveis ou wi-fi, para que o sistema GPS consiga funcionar. Após isso, o rastreamento já pode ser feito, com base na sua conta de e-mail.

No mais, os aplicativos que já são dos sistemas operacionais permitem que o celular roubado emita um alerta sonoro. Além disso, é possível bloquear a tela, além de resetar todas as informações presentes no smartphone.

Isso evita que o celular seja utilizado para atividades maliciosas, porém, só deve ser usada em último caso. Isso porque, ao tomar essa medida, o smartphone, em muitos casos, não pode voltar a ser utilizado, perdendo toda a sua utilidade.

Em todo caso, essa dica de segurança para celulares roubados é interessante, porém, ainda podemos destacar que existem outros apps de rastreamento. Use aquele que for da sua preferência para te ajudar a identificar o seu smartphone, onde quer que ele esteja.

Procedimentos a serem feitos caso já tenha sido roubado

Nossas últimas dicas de segurança são voltadas para diminuírem as chances de um golpe ser aplicado após o roubo. Dessa forma, será possível fazer com que as dores de cabeça diminuam, além de te ajudar com possíveis prejuízos financeiros.

O primeiro passo a ser tomado após um roubo é fazer o bloqueio do seu aparelho telefônico. Bloquear o chip e o celular, por meio das operadoras e dos apps de rastreamento já citados, é uma boa maneira de garantir que ninguém irá usar o seu aparelho.

Além disso, também é interessante que você mude senhas de aplicativos, principalmente se forem acessados de outros locais. Um e-mail que esteja logado em seu computador, por exemplo, pode ter a sua senha alterada sem maiores dificuldades.

Isso te ajuda a evitar que o meliante consiga visualizar suas senhas por meio de algum bloco de anotação presente no smartphone. Inclusive, essa prática de anotar senhas não é recomendada, por isso, evite que isso aconteça com você.

Após a mudança de senha, o próximo passo é fazer uma ligação, ou enviar e-mails para a sua instituição financeira. Isso informa elas que você não é mais o responsável pelo dispositivo, o que pode te ajudar a recuperar qualquer dinheiro que tenha sido gasto.

Além disso, também avise amigos e outros conhecidos, para evitar que golpes sejam aplicados a eles. No mais, faça sempre um Boletim de Ocorrência, o que pode, inclusive, te ajudar a resolver quaisquer pendências com suas instituições financeiras.

No mais, nosso artigo sobre dicas de segurança em caso de roubo de celulares e golpes acaba aqui, e se você está interessado em contar com mais segurança, para evitar roubos ou aumentar sua segurança de modo geral, não deixe de conhecer nossas soluções de proteção pessoal para você!

Post anterior
Os equipamentos que você precisa pensar no momento de proteger sua casa ou empresa
Nenhum resultado encontrado.
Menu