Quais os principais fatores que contribuem para a criminalidade em lojas?

Ter um negócio é a realização do sonho de muitas pessoas! Empreender pode ser sinônimo de liberdade, flexibilidade de horário e sucesso financeiro.

No entanto, mesmo diante de todos os pontos positivos de iniciar um negócio próprio, muitas vezes o empreendedor se depara com um fator de risco, que pode, em casos extremos, colocar tudo a perder: a criminalidade.

Infelizmente, o Brasil apresenta altos índices de criminalidade. No comércio, mais especificamente, nas lojas, esses números podem causar muita preocupação.

Não há como negar que os números são alarmantes! Mas, apesar disso, o empreendedor que deseja abrir uma loja não pode se deixar intimidar por eles, afinal, há muitos mecanismos que podem auxiliar no aumento da segurança nos estabelecimentos comerciais.

Quer saber como? Neste artigo, preparamos algumas dicas que vão te ajudar a entender os principais fatores que contribuem para a criminalidade nas lojas e como evitá-los. Continue conosco e descubra!

O que é a criminalidade em lojas?

Primeiramente, é importante entendermos o que é a criminalidade nas lojas.

Um dos fatores que mais preocupa os lojistas é, certamente, a possibilidade de assaltos. Esta é uma preocupação real, pois segundo o IBEVAR (Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo), anualmente, os furtos e roubos causam um prejuízo de aproximadamente 1 bilhão de reais ao comércio brasileiro.

Além disso, os lojistas também devem se preocupar com outros fatores como as fraudes e o roubo de cargas.

A boa notícia, é que para todos eles há a possibilidade de prevenir os riscos, afinal, há muitos mecanismos de defesa disponíveis no mercado de segurança privada. No entanto, para escolher a melhor opção para o seu negócio é necessário identificar os principais riscos e quais fatores contribuem para a criminalidade em lojas.

Quais são os principais fatores que contribuem para a criminalidade em lojas?

Entender os fatores de risco é o primeiro passo para evitar e prevenir a criminalidade em sua loja. Abaixo, listamos 7 fatores que devem ser observados para que o seu negócio tenha mais segurança.

Riscos e vulnerabilidades da região

A região na qual a loja está instalada é o primeiro fator que deve ser observado para a verificação de segurança.

Desse modo, é de extrema importância que seja feita uma análise de risco e vulnerabilidade da região, na qual devem ser identificados:

– Probabilidade de acontecer ocorrências e sua gravidade;

– Índice de criminalidade;

– Incidência de assaltos nos comércios da região.

Se os números descobertos nesta pesquisa forem muito altos, é recomendável que o local para instalação da loja seja revisto, de modo a garantir a segurança.

No entanto, caso o seu comércio já esteja estabelecido, é importante que os mecanismos de segurança sejam adquiridos o quanto antes.

Ademais, nestes casos o patrulhamento policial na região também pode inibir a ação de criminosos.

Tipo de atividade da empresa

Infelizmente, algumas lojas são mais atrativas para ação de meliantes que outras, principalmente aquelas em que se prevê um alto valor de dinheiro em caixa.

Claro que isso não pode ser um fator que te faça desistir do negócio, mas é um ponto de atenção para que a segurança seja reforçada.

Por exemplo, joalherias, lojas de grife famosas e de eletrônicos de alto valor, chamam mais atenção dos criminosos para roubos e furtos.

Estrutura física da loja

A forma como a loja está organizada também contribui para o aumento da criminalidade.

Estabelecimentos com pouca visibilidade, corredores cheios de prateleiras e entrada desprotegida podem facilitar a ação de criminosos.

Desse modo, é importante que o layout da loja seja revisto de modo a evitar pontos cegos que favoreçam a criminalidade.

Horário de funcionamento

A maior incidência de registros na Polícia Militar de assaltos em comércio acontece à tarde, mais precisamente entre as 13h e 17h, período de maior movimentação nas lojas.

Obviamente, não será possível manter o comércio fechado neste horário, portanto é imprescindível que a segurança seja reforçada neste período.

Ademais, lojas que ficam abertas até depois das 20h também precisam estar mais atentas à segurança, pois devido à baixa movimentação de pessoas nas ruas, a criminalidade pode ser favorecida.

Dinheiro em caixa

O que mais costuma atrair os criminosos a assaltar lojas é a possibilidade de encontrarem dinheiro em caixa.

Desse modo, principalmente se a sua loja atender a muitos clientes que efetuam o pagamento em dinheiro, é importante buscar alternativas para que ele não fique muito tempo no caixa, realizando depósitos frequentes e em horários alternados.

Caso os valores transportados sejam muito altos, recomenda-se a contratação de uma empresa especializada para escolta dos malotes.

Ficar sozinho no estabelecimento

Deixar um funcionário sozinho no estabelecimento também é um fator que contribui para a criminalidade em lojas.

Os assaltantes tenderão a buscar locais nos quais o crime possa ser cometido de forma rápida e sem a intervenção de outras pessoas.

Desse modo, ao encontrarem uma loja com apenas um funcionário, as chances de ele ser rendido é muito maior.

Muitas vezes, os lojistas optam por deixar apenas uma pessoa na loja nos horários de menor movimentação. Sabemos que esta é uma atitude utilizada para a redução de custos, no entanto, não é uma prática recomendada quando o assunto é a segurança.

Uma sugestão para diminuir os riscos é a contratação de um profissional que seja responsável por realizar a segurança patrimonial do estabelecimento.

Ausência de mecanismos de segurança

Além de todos os fatores indicados acima, a ausência de mecanismos de segurança como câmeras, monitoramento de alarme 24 horas e até mesmo um profissional de segurança podem favorecer a criminalidade em lojas.

Sobretudo em assaltos, os criminosos tendem a buscar os lugares mais vulneráveis e onde não possam ser facilmente identificados.

Por isso, utilizar estes equipamentos e profissionais da área, como os vigilantes de segurança patrimonial, é muito importante para inibir a ação dos meliantes.

Como se proteger da criminalidade em lojas?

O primeiro e mais efetivo meio de se proteger da criminalidade em lojas é através da contratação de uma empresa confiável especializada neste serviço.

Há mais de 27 anos, o Grupo Macor se destaca como a maior e melhor empresa no segmento de Segurança Privada no Brasil. Acesse nosso site e conheça nossas soluções.

Ademais, algumas outras medidas podem ajudar a evitar a criminalidade em lojas:

– Escolha locais estratégicos para a instalação dos caixas;

– Não conte dinheiro na frente dos clientes;

– Coloque informativos na loja indicando a proibição da entrada de pessoas usando capacetes ou toucas que cubram todo o rosto;

– Promova uma rede de proteção comunitária entre os lojistas da região;

– Instale botões de alarme no interior da loja, inclusive nos banheiros, pois é comum que funcionários sejam presos nesses locais;

– Promova treinamentos de segurança para os funcionários.

Esperamos que essas dicas possam te ajudar a se proteger da criminalidade em lojas. Se quiser saber mais, entre em contato conosco!

Post anterior
Quais os benefícios e como escolher uma empresa de limpeza, manutenção e zeladoria predial
Próximo post
O que não fazer em um assalto: dicas para proteger sua vida
Nenhum resultado encontrado.
Menu